Resenha | O Último dos Guardiões - Insurreição (João Paulo Silveira)


Insurreição é o primeiro livro da saga O Último dos Guardiões, escrito por João Paulo Silveira, que nos transporta para um mundo completamente novo, cheio de ação, aventura, perigo e muitos demônios.

Vamos começar explicando o universo: Neste livro temos quatro castas de guerreiros, os avantes (ataque), mentales (magia), biontes (cura) e guardiões (defesa). De cada casta, dois eram selecionados para fazer parte do Alto Conselho, e um dentre eles para ser o Potar, o líder. Tudo estava indo bem, até que os avantes e o mentales decidem tirar os guardiões da jogada, iniciando uma guerra. Mas o grupinho estava perdendo para os guardiões, então chamaram um senhor demônio para acabar com eles, e o que aconteceu? O demônio acabou sim, em um piscar de olhos com os guardiões, mas levou mais almas, incluindo o grupo que o convocou, e acabou ficando na terra (por que não? Um lugar tão lindo, cheio de almas) e causando um baita caos.

Todos os guardiões foram eliminados, exceto os que estavam para nascer, mas destes, apenas dois chegaram ao mundo, uma mulher e um homem. Juntos tiveram Galaniel, nosso protagonista. Vocês já devem imaginar que o senhor demônio tocou o terror por tudo, não é mesmo? Até que um dia ele faz um acordo, toda vez que o sol nascer vermelho, as cinco cidades restantes, deveriam entregar cinco humanos para eles, e a paz seria mantida. Nada de ataque a cidades, nada de mortes, só paz e harmonia. E o Alto Conselho aceita isso, fazendo um sorteio para escolher os sortudos... Bem, não tão sortudos assim, não é mesmo? E adivinha quem foi uma das primeiras escolhidas? A esposa do protagonista.

Depois de sua esposa ser levada, Galaniel acaba perdendo o rumo da vida, mas ainda desejando encontrar sua amada. E é nessa falta de rumo que ele acaba sendo ferido, na sua busca por ajuda, apenas uma família o atende, e ali ele fica por um bom tempo, até que novamente o sol nasce vermelho. Junto com a família ele segue para a Convocação, e adivinha o que acontece? Um antigo inimigo a quem ele tinha humilhado, arma para ele e faz com que a filha do casal que o abrigou seja escolhida. Decidido a não deixar a garotinha ser levada pelos demônios por sua causa, ele junta novamente Os Oito, seu antigo grupo de guerra, para salvar a criança.

Bem meus nerds, vamos às considerações finais. Eu gostei do livro, achei incrível o universo criado pelo autor, e completamente diferente. A escrita também está maravilhosa, e rica em detalhes. Mas esses detalhes me incomodaram um pouco, quando, por exemplo, são narrados detalhes da comida preparada, o que está sendo levado para viagem, etc. Mas não é nada prejudicial à leitura. Os capítulos são divididos entre passado e futuro, o que foi legal para aprendermos mais sobre o universo e como Galaniel se tornou o último guardião. Convido vocês a visitarem o autor na bienal, mais informações no banner abaixo, aproveitem e tirem muitas fotos com ele e peguem muitos autógrafos!


Ficha Técnica
Nome: O Último dos Guardiões - Insurreição
Autor: João Paulo Silveira
Páginas: 405
Editora: Obra independente

Nenhum comentário:

Postar um comentário