Resenha | Onde Cantam os Pássaros (Evie Wyld)


Jake White vive sozinha e isolada em sua casa, cuidando de suas ovelhas com um cachorro criativamente nomeado de "Cão". Logo de cara vemos que Jake optou por essa vida por algum segredo de seu passado, como se estivesse fugindo de alguma coisa.

O livro conta seu presente e passado – o passado começa de um ponto e vai regredindo, até descobrir o grande mistério – e é narrado em primeira pessoa.


No presente encontramos Jake, solitária e com cicatrizes nas costas. As ovelhas que pastoreia estão aparecendo mortas, como se algum animal as tivesse devorado. Coisas estranhas começam a acontecer e barulhos mais esquisitos ainda rondam a noite escura. Para completar, um estranho surge em seu celeiro e por algum motivo ela não consegue expulsá-lo de suas terras.


Já em seu passado, vemos que ela estava morando com um cara, que mais parecia estar aprisionando-a. Até que ela foge, encontra um emprego para cuidar de ovelhas e ali naquele grupo de trabalhadores acaba encontrando um parceiro. No entanto, precisa fugir novamente quando alguém descobre o seu segredo.


Devo admitir que fiquei um pouco decepcionada com o livro, esperava mais suspense e algo mais definitivo para o “misterioso desaparecimento das ovelhas”. Ele simplesmente acaba de uma hora para outra, como se houvessem arrancado as páginas finais. Evie também usa bastante palavrão, e não há censura em suas palavras, mas nada que incomode. Na verdade, nos mostra mais como é Jake e o mundo em que ela vive. Para compensar, a escrita de Evie Wyld é deliciosa e te prende ao livro.

Tirando os pontos negativos, gostei de Onde Cantam os Pássaros, sem contar que a edição está perfeita! E vocês, nerds, já leram o livro? Qual sua opinião sobre ele?

Nenhum comentário:

Postar um comentário