Resenha | Star Wars: A Arma de um Jedi (Jason Fry)


Sinopse: Nesta história, que se passa entre Uma nova esperança (episódio IV) e O Império contra-ataca (episódio V), Luke é atraído pela Força até um planeta misterioso, onde há muito tempo existia um templo Jedi. Lá, ele continuará seu treinamento e terá de enfrentar um duelo perigoso contra um vilão jamais visto antes. Nesta série, você encontrará aventuras inéditas de seus personagens favoritos, além de algumas caras novas. Mas leia com atenção! Há pistas escondidas nas páginas dos livros, que vão lhe dar dicas preciosas sobre o episódio VII, O despertar da Força!

Já faz um tempo que eu não escrevo nada sobre Star Wars, desde a resenha do terceiro livro da trilogia de Thrawn. Mas a minha intenção é trazer o máximo possível de resenhas dos livros que estão sendo lançados no Brasil. E desta vez eu lhes trago um dos livros do novo cânon da Disney, que narra uma historia que se passa entre os episódios IV e V da trilogia clássica.

A história de A Arma de um Jedi se passa em dois momentos: Depois do episódio VI, onde vemos um C3PO já com um dos braços vermelhos contar a história principal do livro para a piloto Jessika Pava. E a historia que C3PO esta contanto que é a que acontece com Luke entre os episódios IV e V, ou seja, o pré-requisito acaba sendo somente o IV mesmo.


O fato de C3PO já aparecer com o braço vermelho que ele usou no episodio VII  é praticamente o principal easter egg do livro, pois a Disney havia prometido que a maioria desses livros novos teriam algo que os ligassem com O Despertar da Força.

Na história contada pelo dróide dourado, vemos um Luke sendo tratado por muitos como um herói da Aliança Rebelde depois de ter conseguido, com a ajuda da força, acertar o tiro que causou a destruição da Estrela da Morte. Porém o jovem padawan não concorda em ser chamado de herói por ter somente acertado o tiro com o auxilio da força, que ele nem compreende direito ainda, pois Ben não havia conseguido concluir seu treinamento.

Em uma das missões que ele recebe, ele acaba passando por um planeta chamado Devaron e sentindo um grande chamado da força, fazendo com que ele adie a missão para verificar onde a força está tentando o levar.


Ao chegar em Devaron ele percebe que o chamado vem de um antigo templo Jedi, porém no ninguém aceita levá-lo, pois os habitantes consideram como um local amaldiçoado e o Império mantém forte segurança no local. Uma devaroniana adolescente chamada Farnay se voluntaria para ser sua guia, mas Luke recusa por achar muito perigoso para uma garota tão jovem e acaba contratando os serviços de Sarco Plank, também conhecido como Abutre. Mais quais será que o misterioso alien aceitou o serviço somente pelos créditos?

Um dos pontos positivos do livro é que ele mostra de forma um pouco mais aprofundada o amadurecimento de Luke, tanto como pessoa quanto como Jedi, coisa que acontece de forma meio repentina entre os filmes. Como ponto negativo temos algumas partes que soam meio repetitivas, como o treinamento de Luke, que acaba sendo um pouco mais do mesmo para que assistiu aos filmes antigos.

O estilo de escrita que Jason Fry usou no livro é bem leve e descontraído, bem característico de livros infanto-juvenis (que é o público que o livro tenta atingir). Apesar das falhas, A Arma de Um Jedi acaba sendo uma boa pedida para os fãs de Star Wars e para quem somente agora está conhecendo este maravilhoso universo e quer se aprofundar um pouco mais.

Ficha Técnica
Nome: Star Wars: A Arma de um Jedi
Autor: Jason Fry
Editora: Seguinte
Páginas: 200
Onde Comprar: Submarino, Saraiva, Amazon.

Nenhum comentário:

Postar um comentário