Tudo que você precisa saber sobre o próximo Mass Effect


A E3 (uma das principais feiras de games do mundo) acabou de terminar e a EA trouxe várias novidades (além de um trailer incrível) do Mass Effect: Andromeda - que tem previsão de chegada para março de 2017. De acordo com a publicação na página do Mass Effect no Facebook, aqui vão algumas coisas que vamos encontrar no jogo:

A nave dessa vez se chamará Tempest, assim como o protagonista (você, jogador) não se chamará mais Shepard, mas sim Ryder (já vai pensando seu nome de comandante aí)! Teremos a volta do Mako, que dessa vez foi planejado junto com o time do Need for Speed, o que promete um veículo mais fácil de dirigir, além de ter uma opção de “boost”, para deixá-lo mais rápido. O que parece ser uma ótima notícia porque, assim como no primeiro Mass Effect, a exploração dos novos planetas vai ser uma parte importante do jogo. Porém, desta vez, os cenários prometem ser muito maiores e haverá uma maior liberdade na hora da exploração.


Os Krogans, Salarians e as Asaris (entre outros) também estarão de volta em ME: Andromeda, então não se preocupe com as opções de romance com as Asaris, porque elas estarão lá!

Além disso, há mais de uma embarcação e os tripulantes são mantidos em uma espécie de “sono profundo” durante a viagem, que dura centenas de anos até chegar em Andromeda. O primeiro tripulante a acordar é uma personagem feminina, sendo uma FemRyder, como aparece no trailer da EA. Os humanos serão os aliens desta vez, descobrindo aos poucos os novos planetas e espécies que encontrarão pelo caminho. Diferentemente de Shepard, que já tinha um conhecimento sobre a galáxia, desta vez Ryder será mais nova e “ingênua” em relação à galáxia.



Como já dito anteriormente pela BioWare - até mesmo a razão pela qual o jogo não se chamará Mass Effect 4 - Andromeda não é uma continuação da trilogia, mas sim uma história nova com referências aos outros Mass Effects. Tanto que desta vez o(a) Ryder terá uma família (talvez irmãos ou pais, nada muito certo ainda), mas não será como Shepard, que vinha com 3 opções diferentes de backgrounds, mas nenhuma delas envolvia familiares do(a) comandante com uma história sobre a relação entre eles. Apesar disso, Andromeda ainda será um jogo centrado nos seres humanos, assim como a antiga trilogia. A missão será encontrar um novo planeta para a humanidade e para as outras raças que acompanharão os humanos. As suas escolhas e decisões dos outros jogos também não afetarão em nada ME: Andromeda.

Assim como nos outros MEs, a criação dos personagens é sempre um dos pontos mais importantes dentro do jogo. Em Andromeda, a tecnologia Frostbite permitirá a criação de personagens mais detalhados. Além disso, parece que os romances e as amizades terão características mais realistas como, por exemplo, o temperamento dos personagens afetará como eles irão interagir com o jogador, e alguns deles podem ser mais difíceis de conquistar. Os romances não terão apenas momentos específicos onde o jogador deve falar a coisa certa na hora certa para conquistar o personagem. A EA disse que dessa vez haverá mais flexibilidade e realismo na hora das conquistas. O sistema de personalidade do jogador também foi alterado um pouco, não sendo mais dividido em “Paragon” (quando se fazia uma ação considerada “do bem”) e “Renegade” (quando o jogador escolhia a opção mais violenta ou agressiva). Segundo os desenvolvedores, não haverá mais apenas dois lados (bem vs mal), mas uma escala maior com uma classificação menos rígida das ações escolhidas pelo jogador - como um sistema que avalia os “tons de cinza”, e não categoriza as coisas apenas como “brancas” ou “pretas”.



Para quem nunca jogou Mass Effect, e está preocupado em começar do zero e não entender nada em Andromeda, não tema! A EA disse que o novo game trará referências à trilogia para os fãs de carteirinha, mas que haverão também muitas explicações para os novos tripulantes, com detalhes sobre as diferentes espécies de aliens e sobre o universo do Mass Effect. E, por ser uma nova história, com personagens novos, quem já é fã também se sentirá como se estivesse jogando o game pela primeira vez.

Há também rumores de que o game poderá ser jogado em dispositivos de realidade virtual (VR). Se isso for confirmado, meu sonho de me sentir viajando pela galáxia finalmente será realizado! As expectativas para o jogo são grandes e parece que este é uma dos maiores jogos já desenvolvidos pela BioWare. Enquanto o jogo não é lançado, confira aqui o trailer da E3:

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário