Games Literários | Jogos Inspirados na Literatura


Há algum tempo atrás, eu fiz um texto falando sobre músicas que foram inspiradas em obras literárias (Caso queira conferir, clique aqui). Hoje, de certa forma, é a parte dois. Vou listar games que tiveram origens nas páginas de um livro. Alguns são incríveis, outros nem tanto. Confira e deixe sua opinião.


The Witcher



Essa famosa franquia de jogos foi baseada em uma série de livros com mesmo nome escritos por Andrzej Sapkowski. Os personagens são os mesmos utilizados no romance, embora os acontecimentos do jogo estejam situados anos depois do final da saga literária.

American McGee's Alice & Alice Madness Return


Um daqueles jogos que tem por temática a linha tênue entre a lucidez e a loucura. Com a protagonista baseada na personagem de Lewis Carroll, o jogo oferece um tom bem mais tenebroso e assustador do que o dos livros. O primeiro foi lançado para PC e o segundo para PC, PlayStation 3 e Xbox 360. O.B.S.: Ozombie | Quem não conhece Mago de Oz? A famosa história deveria tornar-se um terror com temática steampunk nas mãos de American McGee. Infelizmente, a campanha do KickStarter foi cancelada. Mas quem sabe eles não encontram outra maneira de lançar o jogo?

I Have No Mouth, and I Must Scream


O nome do jogo é o mesmo nome de um conto do autor Harlan Ellison. Um computador chamado AM odeia a humanidade e decide extermina-la. Restam no mundo apenas cinco humanos torturados por mais de 100 anos. AM construiu uma espécie de aventura ou desafio para cada um deles, desafio que se aproveita das suas falhas. Lançado para PC e MAC OS. 

BioShock


Não é exatamente uma história baseada em literatura, mas uma história baseada em uma teoria filosófica desenvolvida por uma filosofa russa-americana chamada Ayn Rand. A teoria tem o nome de Objetivismo. Partindo do princípio de que a realidade existe independentemente da humanidade, estes apenas a descobrem a partir dos sentidos. O nome vem da ideia de que o conhecimento e os valores humanos são objetivos, ou seja, não foram criados, mas existem de acordo com a realidade apenas para serem descobertos. Posteriormente foi lançado um livro baseado na história do jogo, você pode ler a nossa resenha clicando aqui.

Metro 2033


Tanto o jogo quando o livro foram liberados no mesmo ano. Os direitos de cada um deles pertencem ao próprio autor Dmitry Glukhovsky, encarregado da adaptação. Se passa em uma Moscou pós-apocalíptica após um holocausto nuclear. Disponível para PC e Xbox 360.

The Dark Eye


Através desse jogo você explora os universos de três diferentes contos de um do mestre do horror gótico, Edgar Allan Poe. Os contos utilizados aqui são Berenice, O Coração Revelador e O Barril de Amontillado. Disponível para Windows e Mac.


Enslaved: Odyssey to the West


Do autor Wu Cheng'em, Odisséia para o Oeste é um clássico da literatura chinesa. Se passa na China num futuro pós-apocalitico, seguido por um conflito entre a humanidade e as máquinas. Apenas alguns humanos restam no mundo e eles tem de dividi-lo com as máquinas de guerra que restaram do conflito. Disponível para PlayStation 3 e Xbox 360.

The Hitchhiker's Guide To The Galaxy


O Guia do Mochileiro das Galaxias é um dos meus romances preferidos de ficção científica. E ele ganhou um jogo de mesmo nome que teve o dedo do próprio escritor Douglas Adams. Para quem não sabe, Douglas Adams é o cara responsável pelo dia da toalha! O jogo é de ficção interativa, lançado em 80 e um pouco limitado, mas cheio de quebra cabeças bem elaborados. Vale a pena conferir. É um clássico. Eu não passei da primeira linha. Você pode jogar online clicando aqui.

Duna


Outro jogo antigo feito a partir de um clássico da ficção científica. O livro foi escrito por Frank Herbert e tornou-se uma referência mundial. O jogo traz o mesmo conflito do livro, um embate entre três famílias, no entanto, o jogo explora isso acrescentando alguns elementos para tornar a dinâmica mais interessante. Foi lançado para PC e o Sega CD.

Dante’s Inferno


O jogo é baseado na Divina Comédia, uma epopeia escrita por Dante Alighieri. Como apreciadora do clássico, devo dizer que tanto o jogo, quanto a animação que sucede são pobres tentativas fracassadas em captar a beleza poética da obra original. O jogo se resume em um personagem que sai brigando com aberrações e deformidades até chegar ao objetivo final. Opinião pessoal à parte, li várias críticas positivas ao tal jogo, que lembra um God of War. Disponível para Playstation 3 e Xbox 360.

Middle-Earth: Shadow of Mordor


Não é baseado em nenhum livro do Tolkien, mas se passa no universo criado pelo autor. A história escrita por Christian Cantamessa e supervisionada por Peter Jackson se passa entre o livro O Hobbit e a trilogia do anel. Disponível para PC, Xbox 360 e One, Playstation 3 e 4.

Call of Cthulhu: Dark Corners of the Earth


Jogo de horror baseado nas histórias de H.P. Lovecraft. Como todas as boas histórias lovecraftianas, envolve o horror cósmico da mitologia criada pelo autor, bem como a perda da sanidade e alguns toques investigativos. Disponível para PC e Xbox. 

The Binding of Isaac


Jogo eletrônico independente do gênero roguelike. A história foi inspirada na bíblia, o maior best-seller de todos os tempos. O enredo trata de Isaac que foge para o porão de casa após sua mãe receber uma mensagem divina que exigia o sacrifício de seu filho como prova de fé. É possível controlar Isaac ou vários outros personagens jogáveis durante o desenvolvimento da trama. Disponível para Microsoft Windows, OS X e Linux.

Assassin's Creed


A maioria dos jogos acabaram virando livros, no entanto, o primeiro jogo lançado foi inspirado em um. O romance em questão é Alamut, de Vladimir Bartol. A máxima da obra é “Nothing is an absolute reality, all is permitted”, que pode ser traduzido como “Nada é uma realidade absoluta, tudo é permitido”. Essa sentença pode ser encontrada no jogo.

Batman


Existem vários jogos baseados na vida de detetive do homem morcego, no entanto, os que mais se destacam (na minha humilde opinião) são Batman: Askham City, Batman: Arkham Asylum e Batman: Arkham Origins. Toda a trilogia foi fundamentada nos quadrinhos. Todos os personagens, vilões, tom, enfim. Tudo inspirado nas HQ's.

The Darkness & The Darkness II


Títulos baseados nos quadrinhos do meu herói (ou seria vilão?) favorito: Jack Estacado. Um assassino da máfia de índole questionável que descobre que tem poderes. Ao invés de saltar os telhados salvando a cidade, ele continua por aí matando pessoas e se afundando cada vez mais na sua vida pseudo-glamourosa de gangster miserável. Disponíveis para PlayStation 3 e Xbox 360.

Vampire: The Masquerade – Bloodlines


Para encerrar, meu preferido. Também não é exatamente baseado em livros, mas em um livro de RPG do Mundo das Trevas antigo. Me parece ser de consenso geral que, apesar de antigo e não muito famoso, este jogo tem fãs muito fiéis devido ao seu bom desenvolvimento. Até mesmo continuou ganhando atualizações depois de algum tempo. Você pode escolher entre os clãs de vampiros da Camarilla, beber sangue de vítimas nas ruas, ser perseguido por caçadores, etc. Disponível para Microsoft Windows.

Embora eu tenha separado um bom número de referências, essa lista poderia se estender indefinidamente. Convido vocês a darem continuidade, portanto deixem suas sugestões nos comentários.

Um comentário:

  1. Creio que tinha um do Clive Barker para PS2.... mas é tão antigo que nao lembro direito rs

    ResponderExcluir