Zona Mágica: mais um excelente jogo pra você conhecer



O Zona mágica, que está em financiamento pelo kickante, é o jogo de estreia da Arcano games, uma empresa iniciante, mas que já chegou mostrando ao que veio com seu primeiro jogo. Indo do total desconhecimento a uma campanha de divulgação em um tempo rápido, a empresa preferiu uma forma diferente de campanha de financiamento coletivo, com menos pré-campanha.

Vamos falar da jogabilidade e de tudo o que você precisa saber para decidir se vai ou não contribuir com o jogo, além de conhecer algumas vantagens para apoiar o quanto antes.

Um jogo para fazer o Capitão América ter um AVC

Como assim??

Calma, a gente explica, jovem gafanhoto.

O zona mágica é um jogo que faz referências, piadas e brincadeiras com tudo sobre  cultura nerd, não poupando nada nem ninguém. De mangás, HQ's, até séries e filmes queridos da cultura nerd, tudo isso misturado e com um ar divertidamente satírico.

As ilustrações são divertidas, todas super coloridas e cheias de efeitos, buscando fazer uma referência humorística com a descrição das magias e as referências às mídias nerds em geral. Os próprios meeples, que marcam pontuação lembram magos como o Gorpo, de He Man, ou os magos da série Final Fantasy


A jogabilidade, apesar da aparência de jogo complexo no estilo alemão, é muito mais simples do que parece. Como magos dentro de um concurso de magias, arbitrado de forma “imparcial” pelos magos míopes, os jogadores compram cartas de mana do timetrack na parte de baixo do tabuleiro e podem fazer 3 ações principais: 

1- Usar as manas de um dos círculos, substituindo a que está marcada com a pedra pela que você comprou e então fazendo uma magia em qualquer dos dois círculos. As magias tem o descritivo em qual círculo ela pode ser feita, quais as manas necessárias e quais as consequências, seja em pontos e em danos.

2- Usar a mana retirada para fazer uma apresentação para a torcida, o que renderá cristais, que serão usados em dois momentos mais à frente.

3- Usar a mana comprada como um cristal, mantendo-a para si como um desconto para futuro uso.

Além disso, existem os implementos, que dão bônus fixos, em adição aos bônus que o próprio mago tem, o que permite uma quantia enorme de combinações e de estratégias diferentes, que você vai ter de ir descobrindo na hora.


Divertido e despretensioso

Um dos maiores acertos da estreia da Arcano Games foi em produzir um jogo que não tenha a intenção de ser sério. Ao invés de passar um clima épico, de aventura ou de mistério, eles partiram para a sátira e provocam risos em uma partida leve e descompromissada.

Não se deve esperar um jogo com uma ampla quantidade de ações estratégicas e alta quantidade de controle do jogador em relação às suas opções, muitas vezes é necessário fazer “o que der” e tirar o máximo possível de uma possível mão desfavorável. Como o jogo oferece um número considerável de opções de atuação, isso é mitigado por um placar que se mantém, na maioria das vezes, equilibrado, mas que depende um pouco do bom senso dos jogadores em, por exemplo, atacar sempre quem está na frente, para que o equilíbrio seja mantido.

O projeto é lindo visualmente, com um tabuleiro super colorido, cartas ilustradas com cores fortes e tudo muito vistoso, o que pode desagradar os mais sensíveis, mas é um prato cheio para quem gosta de um jogo que enche os olhos e é divertido.

O Zona mágica está em financiamento coletivo aqui, com preços muito mais baratos agora do que quando o jogo for para as lojas, então aproveite e adquira o seu agora!

Nenhum comentário:

Postar um comentário