Deckbuilding: para você parar de gastar dinheiro com cartas


Quando se fala em jogos de cartas colecionáveis, o Magic: The Gathering é, sem dúvida, o mais influente e disputado jogo de cartas existente. Com mais de 20 anos de jogo, suas coleções se empilham em uma verdadeira torrente de cartas, que você sempre precisa comprar para continuar atualizado.

O problema é que isso, aliado ao mercado paralelo de cartas, fez com que o jogo se tornasse o maior caça níqueis que uma editora teria o prazer de ter, e as lojas especializadas fazem deste mercado uma verdadeira obsessão. Os campeonatos profissionais de magic já movimentavam valores absurdos muito antes dos campeonatos de e-games.

Acontece que, dentro disso, ainda existem outros jogos que fizeram com que os jogos colecionáveis se tornassem ainda mais variados: de Pokémon a Yu-Gi-Oh, passando por uma infinidade de títulos que não duram tanto, mas geram um lucro considerável, o card game colecionável é uma febre cara e complicada. A piada entre jogadores é que o magic é tão dispendioso e viciante quanto o crack.

Cards de Pokémon

Felizmente, existem jogos que vieram para dar uma sensação muito similar aos TCG's (trading card game no original), que envolve as duas mecânicas principais destes jogos.

Estamos falando dos deckbuildings.

Por que os deckbuildings são tão fascinantes?

Qualquer jogador de TCG sabe que o jogo é 60% ganhado ou perdido antes mesmo de começar. A construção do deck é, na opinião de muitos, mais importante do que a habilidade de jogá-lo.

Quando você tem tempo para construir o deck e testá-lo antes de jogar, isto é uma atividade que se torna constante, e é um dos maiores charmes do jogo. Para que vocês entendam, existem livros lançados sobre como criar decks de Magic: The Gathering. Uma das formas de construção de deck dentro de um campeonato é chamada de draft, o que significa que você e os outros competidores abrirão pacotes com 12 cartas aleatórias chamados boosters e escolherão uma carta, passando o restante adiante e recebendo as cartas vinda de um terceiro jogador, tentando assim, desenvolver uma estratégia.

Cards de Magic: The Gathering

Muitos dizem que esta é a melhor forma de jogar, pois você iguala a chance de todos.

Imagine agora que você compra um jogo fechado que passará sempre esta sensação?

Estes são os deckbuildings.

Vamos falar dos dois mais comuns no Brasil: Dominion e Ascension. Eles são relativamente parecidos, embora tenham diferenças marcantes que permite que você tenha ambos sem prejuízo.

Ascension: Publicado no Brasil pela Funbox jogos e produzido originalmente pela Stoneblade, é um jogo de dark fantasy onde deuses de tendências muito diferentes (quase parecido com as cores de magic, mas ainda original) criam mundos com criaturas de tendências específicas. Quando um dos deuses se rebela e quer destruir o equilíbrio, inclusive o mundo que existe no meio de todos os seus mundos, onde os mortais estão uma grande guerra se inicia.

Ascension

O jogo é baseado em uma seleção aleatória de 6 cartas de 100, que são colocadas em um tabuleiro para serem compradas ou destruídas pelos jogadores. O jogo termina quando todos os pontos de glória são distribuídos.

Não entendeu? Tem app de graça na Google play. Divirta-se.

Dominion: Este é ainda mais interessante porque ele tem kits que precisam ser feitos. Ao invés de um enorme deck do qual todos compram, são selecionados algumas cartas que são chamadas de "o domínio", que oferecem uma infinidade de variações do jogo para a diversão quase infinita. Ele foi originalmente lançado pela Rio Grande games e trazido pela Conclave. Também tem opção digital para testar, no próprio facebook.

Dominion

Você quer motivos para comprar estes jogos no lugar de mais e mais cartas de magic. Aqui vão 3:

1- Você compra 1 caixa e até 4 pessoas podem jogar, sem comprar mais nada.

2- São muito menos expansões do que magic ou qualquer outro TCG, mas o segredo mesmo é que dá para se divertir muito só com o jogo base.

3- Você desenvolve o senso de oportunidade e a criatividade de combos de forma muito mais forte, ficando melhor nos outros jogos de cartas.

Então, se quiserem se divertir gastando menos (beeeeeeem menos) e não ter que ficar comprando cartas e mais cartas para fazer um deck com o mínimo de competitividade, entre no mundo dos deckbuildings, você não vai se arrepender.

Nenhum comentário:

Postar um comentário