4 Motivos que podem fazer o Deadpool da Fox dar Certo


CALMA FÃ DA MARVEL, antes que você venha com ameaças de morte para cima de mim por estar tendo esperanças na FOX, a mesma empresa que nos deu azia com Quarteto Fantástico, Motoqueiro Fantasma e X-Men, leiam meus argumentos e depois tirem as conclusões! Porém, antes saibam que estou gozando de 100% das minhas capacidades mentais quando escrevo este texto, inclusive estando totalmente sóbrio (é de manhã HAHA). Talvez eu me arrependa profundamente desse texto em alguns meses, mas espero que não. Bem, vamos nessa!

1 -- A FOX, por enquanto, está cagando e andando para o filme

Quando vazou aquela filmagem teste do Deadpool maneiríssima, que todo mundo deve ter visto (e se não viu ele está aí em baixo), pensamos: "Puta potencial desperdiçado, pena que nunca vai rolar". Pois bem, acredito que a filmagem tenha sido vazada de propósito pelos interessados no filme, Ryan Reynolds e Tim Miller, como tentativa de medir o hype do mundo nerd, tendo assim um argumento base com os empresários gordos e sem nenhum conhecimento de HQs da FOX.

A cena que eu imagino é esse grupo de interessados provando por A+B que o personagem tem uma base de fãs interessante e pode sim ter retorno, aonde provavelmente a FOX falou algo do gênero: "Tá, ok, vamos investir nesse filme, mas o orçamento é 1/10 do X-Men que estamos fazendo". Isso é ÓTIMO. Hollywood é uma máquina de dinheiro. Pensando financeiramente, se você investe uma puta grana, a não ser que você seja insanamente rico, a tendência é colocar essa grana em um investimento seguro, como um X-Men da vida, mesmo se o filme der câncer a todos que forem assistir no cinema vai atingir a marca de 1 Bi de bilheteria fácil.

Agora quando o investimento é menor, liberdades criativas podem ser tomadas, personagens melhor explorados, roteiros serem mais ousados, sangue e tetas aparecem, resumindo, quando o orçamento e o peso do diretor acham um balanço, temos a possibilidade de um filme ser bom.

2 -- Ryan Reynolds ama o papel


Esse cara tinha tudo que Hollywood queria: carismático, engraçado, não era inteligente o suficiente para incomodar, perfeito para ser um cara neutro e participar de mil filmes neutros. Como Ryan conseguiu cagar com sua carreira? Ótima pergunta, provavelmente leitura de roteiros não seja uma atividade que ele goste muito, foi bomba atrás de bomba, culminando na unanimidade Lanterna Verde, talvez um dos piores filmes já feitos pela DC, se não o pior.
Porém ele recebeu uma chance de ouro, a chance de redenção com o mundo nerd, tendo a oportunidade única de apagar todos os erros de seu passado e ser o personagem que ele foi em Blade Trinity e nem pagou royalties (HAHA).

Agora falando sério, é a oportunidade da vida do cara, de ele voltar a ser um ator respeitado pelos nerds e de quebra conseguir alguns contratos bacanas em outras produções. Se ele mandar mal nesse filme vai ser a pá de terra que faltava. E merecida, RIPD é uma merda, pelo amor de deus.

3 -- RATEEEEEEEEED RRRRRRRRRRRR!!!!!!!!!!

Foto postada pelo ator Ryan Reynolds em seu Twitter
Sim! Isso sim me deu esperança pra caramba! A FOX tentou de todo jeito deixar o filme "teen friendly", com uma PG abaixo de 18. Os rumores falavam semanas sobre a possibilidade de PG-13 para um filme onde ocorrerão desmembramentos voluntários. Porém justamente no dia 1º de Abril, de maneira genial, a produção confirmou a noticia que SIM, SERIA RATED R. Poderemos ver sangue, tripas, tetas e desmembramentos a vontade amigos!

E sinceramente, Deadpool sem isso não é Deadpool, seria como dar PG-13 a um filme sobre um demônio do inferno que tem a cabeça em chamas e seus vilões são todos tenebrosos, que me davam pesadelos quando era criança. Ah, já foi feito né? COM O NIC CAGE. Só pra gente não esquecer o quanto a FOX é malandra.

4 -- FOX não resolveu se meter, por enquanto


Friso isso pois na produção de Wolverine Imortal o potencial era incrível. Aronofsky dirigindo (depois de ter sido convencido pelo Jackman, o que não deve ter sido uma tarefa fácil) um roteiro onde o único mutante seria o Carcaju, numa história profundamente psicológica, explorando o conceito de imortalidade, ideia que a dupla já havia explorado no ótimo A Fonte da Vida. Porém a FOX foi FOX, forçou várias mudanças de roteiro e inclusões de personagens, saiu Aronofsky, chegou James Mangold as pressas e o que vimos foi justamente um filme forte e coeso até seu último ato, quando desmonta miseravelmente. Um Samurai de Prata cibernético que rouba tutano da galera e uma Viper pra lá de meia boca não ajudam também (coincidentemente idéias super "massavéio" que tem muito cara de FOX e seus empresários gordos que não manjam nada de HQs).

SE, eu digo SE, a FOX deixar esta equipe altamente motivada e com objetivos bem claros trabalhar de seu jeito e com calma, nós veremos o primeiro filme de super-herói PG R de sucesso. Isso provavelmente motivará uma mudança de paradigma da DC, que arriscará um filme PG R também (a Marvel não precisa disso, já botou o pau na mesa com Demolidor, muito antes da FOX sequer pensar em fazer o Deadpool). Sendo muito otimista, podemos ver adaptações de HQs mais maduras da Vertigo ou de outros selos menores sendo feitas por outros estúdios grandes! (The Darkness ou Spawn decente, por favor!)

Bem, espero que estes argumentos tenham sido suficientes para deixar você, nerd, um pouco mais tranquilo com essa produção. Estou torcendo demais que tudo que "previ" aconteça. O cinema de supers precisa urgentemente de um sopro de criatividade e produções de pequeno orçamento são o caminho, explorando outras possibilidades que não envolvam o mercado infanto-juvenil e agreguem em qualidade, não em vendas de brinquedos.

Até mais!

Nenhum comentário:

Postar um comentário